Romana, A propagadora

A jovem dançarina da School of American Ballet, Romana Kryzanowska, após sofrer uma lesão, seguiu a recomendação do então legendário coreógrafo George Ballanchine para conhecer Joseph Pilates. A partir daí ela mudou sua vida e seu corpo: praticou e estudou incansavelmente, envolvendo-se de perto com os ensinamentos de Joseph e Clara.

Quando pela primeira vez fui apresentada a Joseph Pilates”, diz Romana, “eu tinha lesionado seriamente meu tornozelo, e não podia dançar. Naqueles tempos, não havia coisas como fisioterapia ou medicina esportiva, e a única alternativa era a cirurgia, e mesmo esta era primitiva. Romana recorda o fatídico encontro com Pilates: “Ele disse: ‘Bem, fique comigo cinco sessões, e se vc não melhorar, devolvo seu dinheiro’.” Já na terceira sessão, ela sentiu-se maravilhosa. Vendo o valor das centenas de movimentos que Pilates tinha concebido, Kryzanowska continuou indo para seu estúdio e nunca mais o abandonou.

 

O Legado

Ao longo de sua trajetória, ele ensinou muitos alunos, inclusive celebridades, escritores e até mesmo membros da família real inglesa e da alta sociedade nova iorquina. A difusão de suas técnicas e dos benefícios proporcionados por elas são os seus principais legados. Após a morte de Joe, Clara Pilates pediu a Romana Kryzanowska para continuar a tradição de ensinar o método.

 

Romana Kryzanowska foi o primeiro grande nome depois de Joseph Pilates. Como foi aluna do inventor, ela foi a principal responsável por transmitir os ensinamentos dele para os outros instrutores. Depois de aluna, ela se tornou professora ainda sob a supervisão de Joseph, em 1942. Kryzanowska buscou transmitir o ensino da forma mais original possível, mas, com a difusão do método, aconteceram também algumas contribuições.

Kryzanowska acredita que o Pilates, quando ensinado corretamente, é para todos: “Quando o aluno tem a sua primeira aula, é mais para o professor ver o seu corpo como é, o que está disposto a fazer e quais os exercícios que devem ser evitados”, diz Kryzanowska, cujos estudantes incluem pessoas com problemas de quadril, joelhos e uma grande variedade de males da coluna.

A técnica usada por Romana é desenvolver o power house (“casa de força” – os músculos do abdome, nádegas e região lombar) de cada indivíduo, que é o ponto de origem coletiva para todos os exercícios de Pilates.

Romana conta com alguns dos professores mais experientes e talentosos do método para dar continuidade a sua renomada escola de formação de instrutores competentes através de seu programa de certificação rigoroso e abrangente. Entre esses professores, Inelia Garcia que mantén a autenticidade do método, a filosofia e ciência criada por Joseph Pilates na formação de novos instrutores no Brasil e em outros países.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now